Gastronomia

CANTANHEDE
 
PRATOS TIPICOS
São iguarias da região, bacalhau à Lagareiro (Cantanhede) e Chanfana (Póvoa da Lomba), que se confeccionam da seguinte maneira.
Bacalhau à Lagareira. Na brasa, assam-se o bacalhau e as batatas, para depois serem regados com bastante azeite.
Chanfana: Depois de previamente temperada com vinho tinto, alhos, banha de porco, louro, azeite, salsa, cebola e carne entremeada, a carne de cabra é colocada em caçoila de barro e assada em forno de lenha.
.
VINHOS DA REGIÃO
São néctares da região, os Vinhos Maduros (Região Demarcada da Bairrada), que podem ser degustados na Adega Cooperativa de Cantanhede e em casa de produtores particulares.
.
DOCES REGIONAIS
Faz parte da confeitaria da região, o Folar de Cantanhede, que se confecciona do seguinte modo: amassa-se farinha de trigo com ovos, manteiga, açúcar, sal e leveduras e, depois, deixa-se a levedar durante cerca de 24 horas. Após esse tempo, os folares são tendidos, pintados com gema de ovo e cozidos em forno de lenha. Para além da sua venda artesanal, esta guloseima pode ser adquirida nas diversas padariaspastelarias da Freguesia.
 
POCARIÇA
 
Faz parte da gastronomia da pocariça a chanfana, o bolo mulato e o afamado "Branco da Pocariça", que é fundamentalmente oriundo de vinhas situadas, precisamente nas Almoinhas e Alcaria, locais beneficiados por um ligeiro microclima.
.
CHANFANA:
Ingredientes: alho: 3 dentes azeite: 1 dl banha: 1 colher de sopa borrego:2,5 kg cebola:1 colorau: 1 colher de sobremesa louro: 1 folha pimenta:2 colheres de chá sal: q.b. salsa: 1 ramo toucinho:100 gr vinho tinto:3 l 
Preparação: Corte a carne aos pedaços e disponha-a numa panela de barro, juntamente com os restantes ingredientes. Regue com o vinho tinto e leve ao forno quente, tapado. Passada hora e meia verifique os temperos, mexa a carne e volte a depositar no forno tapado. Deixe apurar bem (cerca de 8 horas). Sirva com batatas cozidas com casca.
.
BOLO MULATO
O bolo mulato é um dos bolos presentes nas bodas matrimoniais, nas festas familiares e em dias festivos, assumindo um lugar preponderante da doçaria da Pocariça, Cantanhede. É um bolo inconfundível pela sua excecional textura e sabor. Depois de empratado, o bolo é enfeitado com verdura.
 
O bolo Mulato tem uma textura húmida e levemente “enqueijada”, e um sabor muito próprio. É um bolo simples, antigo, de tradição, que se confecionava para qualquer festa caseira. Também era o bolo que se oferecia aos patrões, nas adiafas, aos médicos, ao senhor prior, aos professores, a quem se quisesse mimar.
 
Esta receita, única e inquestionável, é a receita usada pelas senhoras mais idosas da Pocariça, algumas já falecidas.
 
Ingredientes e Quantidades:
 
- 4 ovos inteiros;
 
- Meio quilo de açúcar;
 
- Meio quilo de farinha;
 
- Meio litro de leite;
 
- 2 colheres de chá de bicarbonato de soda;
 
- 1 pacote de canela.
 
 
 
Modo de Preparação:
 
Os ingredientes devem ser batidos à mão, com ajuda de uma colher de pau.
 
Batem-se os ovos inteiros, junta-se o açúcar aos poucos e a farinha também. Segue-se o bicarbonato de soda e a canela. Em seguida, junta-se o leite, por duas vezes.
 
Depois de bem batida, deita-se a massa numa forma de buraco, bem untada com manteiga e polvilhada com farinha. Vai ao forno bem quente (180 graus). “Rouba-se” um pouco de tempo ao forno, pois o bolo não deve ficar muito seco.  Idealmente, este bolo deve ficar húmido e ligeiramente “enqueijado”.
 


CIDADÃO PARTICIPATIVO


OCORRÊNCIAS

CONTACTOS ÚTEIS

LIVRO DE VISITAS

BALCÃO VIRTUAL